O que o profissional brasileiro espera do futuro?

Você tem confiança no futuro? Após fazer essa pergunta a mais de 2.500 profissionais no Brasil, o LinkedIn lança o Índice de Confiança do Trabalhador — uma “fotografia” do grau de otimismo dos brasileiros quanto ao futuro de sua carreira e de suas finanças. O Índice será publicado periodicamente para medir a confiança do trabalhador diante de persistentes turbulências e incertezas econômicas no país.

Confira os destaques da primeira edição do Índice de Confiança do Trabalhador do LinkedIn. A pesquisa foi feita em duas etapas entre os dias 1º e 28 de junho no país:

  • A Confiança Individual, que mede o otimismo com a segurança do próprio emprego, as perspectivas financeiras e a chance de progressão na carreira, é de 51 no Brasil, em uma escala que vai de -100 a +100. 
  • A geração X (com idade entre 40 e 54 anos) é a mais confiante, com 56 pontos. Os mais pessimistas são os Baby Boomers (acima de 55 anos), com 44 pontos.
  • Apenas 21% dos Baby Boomers acreditam que sua renda vai aumentar nos próximos 6 meses. A proporção é de 30% para a geração Z (menos de 25 anos de idade).
  • Cerca de 30% dos brasileiros acreditam que as vagas de emprego vão diminuir nas próximas duas semanas. A porcentagem é mais alta entre funcionários de empresas de grande porte, com 39%.
  • Profissionais que atuam em pequenos negócios são os mais confiantes quanto ao futuro do seu empregador: 71% deles acreditam que a situação da empresa vai melhorar daqui a um ano. Entre funcionários de empresas de médio e grande porte, a proporção é de 65% e 62%, respectivamente.

  • LinkedIn Notícias


Deixe um comentário

comments powered by Disqus