Cooperativismo é vital para a estabilização da economia brasileira

Cooperativismo é vital para a estabilização da economia brasileira

PUBLICADO EM: 17 AGOSTO – 2018 

“As pessoas mais inteligentes são aquelas que entendem o cooperativismo como sendo uma alternativa absolutamente bem-sucedida e exitosa para que a gente escape daquilo que pode ser a penúria, a dificuldade e o tropeço”. A afirmação é do filósofo Mario Sergio Cortella, que esteve no Espírito Santo, no último dia 14 de agosto, a convite do Sicoob Centro-Serrano.

“Sem a concepção cooperativista haveria uma degradação muito forte das condições econômicas”, diz Mario Sergio Cortella – Foto: Joacir Azeredo

Durante o encontro com os associados, em Vila Velha, o palestrante iniciou uma reflexão sobre a necessidade de se adequar às mudanças que vêm ocorrendo no mundo para conseguir melhores possibilidades de negócios e relacionamento. Segundo Cortella, a união entre as pessoas, promovida pelo cooperativismo, é uma das consequências dessa transformação, uma vez que concretiza o objetivo de maneira mais fácil.

Na avaliação do filósofo, o modelo cooperativista de gestão das finanças promove a estabilização do sistema econômico brasileiro, sobretudo durante o período de recuperação e reorganização da economia. “No Sul do País, minha região de origem, o cooperativismo faz com que, mesmo nas turbulências econômicas, haja possibilidade de não perecer a vitalidade. Sem a concepção cooperativista haveria uma degradação muito forte das condições econômicas. Aquilo que hoje acontece no Sul do Brasil, no Centro-Oeste e no Espírito Santo, que têm um cooperativismo mais estruturado, é exatamente o caminho mais denso para que a gente não perca fôlego”, enfatiza.

Para Arno Kerckhoff, presidente do Sicoob Centro-Serrano, obter uma visão estratégica sobre as oportunidades que podem ser aproveitadas é essencial para o alcance de melhores resultados, seja no âmbito profissional ou no pessoal. “A interação com o ponto de vista do palestrante nos proporciona uma troca de ideias e o vislumbre de opções que muitas vezes não enxergamos em nosso dia a dia”, ressalta.

 

Fonte: Sicoob 


Deixe um comentário

comments powered by Disqus